top of page
  • Foto do escritorLuís Fragetti

Sobre a Dengue - Calor e Chuva... o ambiente perfeito!


Oi, meu nome é Dr. Fragetti. Bem-vindo ao meu blog. Estamos na temporada da Dengue. A vacinação é um dos métodos preventivos mais eficazes para se evitar diversas doenças, incluindo a Dengue, mas é preciso seguir as recomendações corretamente para estar protegido e hoje vamos conhecer a Vacina contra a Dengue produzida pela Sanofi e vendida com o nome DENGVAXIA.


DENGVAXIA previne Infecção causada pelos quatro sorotipos de dengue: DEN1, DEN2, DEN3 e DEN4. A eficácia na prevenção da doença é de 65,5%; sendo que na prevenção de dengue grave e hemorrágica é de 93% e no que se refere a reduzir o risco de necessitar internação é de mais de 80%. Trata-se de vacina atenuada, composta pelos quatro sorotipos vivos do vírus dengue, obtidos por tecnologia de DNA recombinante. O diluente é cloreto de sódio e água. Não contém adjuvantes e conservantes. A vacina está indicada para crianças a partir de 9 anos de idade, adolescentes e adultos até 45 anos, podendo ser autorizada por ordem médica a partir dos 45 anos, estando contraindicada em: Pessoas imunodeprimidas, Alergia grave (anafilaxia) a algum dos componentes da vacina, Gestantes e Mulheres amamentando.

Esquema de doses:Indicam-se três doses com intervalo de seis meses, sendo a aplicação por via subcutânea.


Cuidados com a vacinação: Adiar a vacinação em caso de doença febril aguda moderada a grave. A vacinação de portadores do HIV deve ser avaliada por médico. Em pacientes que receberam tratamento com doses elevadas de corticosteroides por duas semanas ou mais, é preciso adiar a vacinação até a função imunológica estar restaurada (quatro semanas após a interrupção do tratamento). As mulheres em idade fértil devem evitar engravidar por quatro semanas após vacinação.

Efeitos e eventos adversos: As reações adversas relatadas foram: dor de cabeça, dor no local da injeção, mal-estar e mialgia (dor muscular). As reações foram de gravidade leve a moderada e de curta duração (até três dias). O início foi observado em até três dias após a vacinação, com exceção da febre (surge dentro de 14 dias após a aplicação da vacina). As reações adversas tendem a ser menos frequentes após a segunda e a terceira doses. Em menos de 1% dos vacinados houve eventualmente surgimento de gânglios (linfoadenopatia), tontura, enxaqueca, náuseas, erupção cutânea, urticária, dor articular, endurecimento no local da injeção e sintomas gripais.


Onde pode ser encontrada: Em Sorocaba, em clínicas privadas de vacinação como na CLIESP VACINAS, podendo estabelecer contato pelo fone 15 32326940, falando com a Enfermeira Patricia Ruiz.

0 visualização0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page