top of page
  • Foto do escritorLuís Fragetti

Vacinação para HIV: esperanças e desafios na campanha "dezembro vermelho de 2018"

Atualizado: 15 de set. de 2022


A campanha “Dezembro Vermelho” se destina a promover prevenção, assistência e proteção de portadores de HIV/AIDS e de outras doenças infecciosas sexualmente transmissíveis.


A grande esperança pelo desenvolvimento de vacinas capazes de induzir proteção contra a infecção ou remissão do HIV em portadores, a longo prazo, permanece como um desafio por motivos ligados à complexidade do ciclo do HIV no organismo humano, sendo capaz de adaptações escapatórias que o tornam praticamente invisível para o estabelecimento de uma resposta imune adequada.


Dessa forma as vacinas já desenvolvidas e testadas não provocaram uma resposta suficientemente intensa, eficiente e ampla para suprimir as variantes de escape do vírus HIV que surgem durante a sua permanência no organismo.


Importantes avanços continuam sendo registrados, relativos ao desenvolvimento de vacina segura e eficaz em determinar a imunização das pessoas, bem como o desenvolvimento de vacinas terapêuticas para o HIV, capazes de reeducar a resposta imunológica dos indivíduos já infectados no sentido estabelecer controle sobre a replicação viral na ausência de terapia anti-retroviral.


Permanece, portanto, a terapia anti-retroviral para o tratamento, visando tornar o vírus inativo, reduzindo a carga viral e impedindo a transmissão e progressão da doença, permanecendo porém, vírus dentro das células, significando controle e não cura biológica da doença HIV/AIDS.


O desafio persiste, induzindo estudos com novas vacinas, aplicadas em primatas não humanos, mostrando sucessos significativos, provocando atividade antiviral significativa, com a possibilidade da redução efetiva do HIV pelo sistema imunológico, obtendo controle virológico sustentado na ausência de terapia anti-retroviral.


Assim, permanece renovada a esperança por vacinas terapêuticas que provoquem amplas respostas imunes.

0 visualização0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page